quinta-feira, agosto 05, 2010

O Japão é um lugar estranho

Em tempo de férias, apetece mergulhar na literatura de viagens... por isso estou a ler este fantástico livro:

"Há uma altura da vida em que os pais, julgando ainda ter muito para ensinar, começam a aperceber-se por vezes com espanto – de que também eles passaram a ter muito a aprender com os respectivos filhos. Não me refiro a aprendizagens de ordem humana, emocional ou afectiva. Essas começaram ainda antes do parto, naturalmente. Estou a falar de factos concretos: nomes, tendências, continentes culturais até aí totalmente ignorados e submersos.

Foi o que aconteceu ao escritor australiano Peter Carey e, se me permitem uma confissão pessoal, o que me aconteceu a mim. É essa a dupla razão de ser deste livro. O Japão É Um Lugar Estranho não existiria nesta edição sem o que eu aprendi com o meu.

Charley e Alexandre, pelas minhas contas, terão aproximadamente a mesma idade. Terá sido também pela mesma altura que viram pela primeira vez O Verão de Kikujiro, o filme de Takesshi Kitano, que é um comovente road movie japonês de uma criança à procura da mãe. Na mesma fase da vida, por volta dos 12 anos, Charley e Alexandre começaram a dedicar-se à manga e ao anime, apesar da insistência dos respectivos pais para que lessem literatura «séria». Em ambos os casos, foram os filhos a arrastar os pais para um interesse pela cultura japonesa, que os levaria a planear uma viajem ao Japão.
Peter Carey conduz o filho e é conduzido (levando-nos a nós também nessa viagem) pelos labirintos de uma cultura cheia de códigos mais ou menos impenetráveis para um estrangeiro. Uma cultura bem mais transparente para um adolescente familiarizado com os universos da manga e do anime do que para um adulto à procura de uma chave que se revela quase sempre «lost in translation»."
Estas são as palavras de Carlos Vaz Marques no prefácio do livro.

Excelente leitura!

3 comentários:

BE_AARROIO disse...

Olá Júlia!

Que bom ter tempo para ler. Mais descansada agora?

Gosto também do aspecto do blogue.
Bjs.
Julieta

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
julia.m disse...

olá amiga Julieta,

mais descansada, mas pouco. temos de aproveitar a pequena pausa para retomar a leitura por prazer.

Boas leituras e bom descanso.
Bj júlia